Header Ads

Exposição sobre a arte aborígene da Austrália é celebrada em Brasília


Um badalado coquetel reuniu empresários, artistas e representantes do corpo diplomático na vernissage da exposição O Tempo Dos Sonhos - Arte Aborígene Contemporânea da Austrália na CAIXA Cultural Brasília. A mostra – uma iniciativa inédita na América Latina -  fica em cartaz até 16 de julho com mais de 60 peças selecionadas entre pinturas, esculturas, litografia e bark paintings (pinturas em entrecasca de eucalipto) e é a mais representativa e diversificada arte dos povos indígenas da Austrália. “Essa coleção é um presente à população brasileira. 

Em um acervo de mais de três mil obras, selecionamos aquelas mais significativas. Muitas já foram publicadas em inúmeros catálogos de arte, citadas em teses de dourado e exibidas em várias instituições e galerias de importância na Austrália, Europa e Estados Unidos”, celebrou o curador da exposição, Clay D´Paula, ao lado da vice embaixadora da Austrália no Brasil, Tracy Reid, e do diretor executivo de marketing da Caixa, Mário Neto.

Entre os 150 convidados que prestigiaram a ocasião, estavam os embaixadores do Reino Unido, Vijay Rangarajan, dos EUA, P. Michael McKinley, acompanhado da esposa Fátima McKinley, o da Noruega, Aud Marit Wiig; o ministro conselheiro da Embaixada da Geórgia, Konstantine Sabiashvili, o ministro conselheiro da Embaixada dos Países Baixos, Paul Zwetsloot, além dos artistas plásticos Tarciso Viriato e Glênio Lima.

BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com
Foto: Divulgação

Tecnologia do Blogger.