Selecionar menu

Anúncio

Slider

Variedades

Veja nossa série especial

Performance


Cute

My Place

DONA CISLENE

Anúncio


Videos

» » » » Projeto Groselha volta a Brasília em 21 de maio no Teatro Mapati
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga


Idealizado e executado pela parceria PicniK e Chezz Recs, o projeto Groselha - Blasfêmias, filmes B e rock'n'roll estreou em janeiro e tem como proposta reunir, num mesmo evento, bandas novatas ou veteranas do cenário independente e uma programação com curtas e médias-metragens brasileiros, com enfoque (mas não se limitando) no cinema de gênero, como terror, suspense, ficção científica, fantasia, policial e aventura.

Em maio, o evento chega à quarta edição e, desta vez, ocupa novo local, o Teatro Mapati (707 Norte). Os filmes programados para exibição no dia 21, domingo, foram escolhidos por Alexandre Costa, Ana Arruda e Thay Limeira, da Sétima Produções, responsável pelo Curta Brasília – Festival Internacional de Curta-Metragem, evento que a cada ano cresce em prestigio local e nacionalmente, configurando-se como uma das principais janelas para a produção curta-metragista no País.

A curadoria do Curta Brasília fez uma seleção com algumas das melhores animações exibidas no festival ao longo de suas cinco edições. “Escolhemos dois curtas do Distrito Federal – que exemplificam a qualidade da animação feita por aqui atualmente –, além de premiados filmes do Rio Grande do Sul, Pernambuco e Goiás. Em comum, eles têm personagens e situações bizarras e surreais usadas com ironia para refletir sobre questões políticas e sociais”, comenta Ana Arruda.

O Groselha de 21 maio leva para o palco do Teatro Mapati cinco apresentações musicais. A banda capixaba My Magical Glowing Lens volta a Brasília para lançar o álbum Cosmos!. Atualmente formada por quatro integrantes e com a vocalista Gabriela Deptulski cantando em português e inglês, o grupo pratica uma sonoridade delicada que vai da psicodelia clássica ao shoegaze noventista. Um retrato da nova fase da banda pode ser conferido no recém-lançado single Raio de sol.

A viagem musical do quarteto instrumental Mahmed, de Natal (RN), é um instigante passeio pelo post rock. Suas paisagens sonoras estão registradas no EP Domínio das águas e dos céus (2014) e no álbum Sobre a vida em comunidade (2016).

O quinteto brasiliense Brankunians agora atende também pelo nome abreviado Bran. No Groselha, o grupo de indie rock (que bebe de fontes como Strokes e Tame Impala) lança seu primeiro álbum, batizado de +bsb.

Os brasilienses da Magodiabo levam o ouvinte direto para a Seattle do final dos anos 1980, antes do estouro do Nirvana, com um som sujo, berrado, garageiro, punk e barulhento.

Formada em Brasília em 2015, a banda Transquarto é um projeto instrumental que busca dialogar experimentalmente com os diferentes ambientes do pop e do underground atravessados pela herança musical latino-americana.

Groselha - Blasfêmias, filmes B e rock'n'roll

21 de maio, domingo, às 16h20, no Teatro Mapati (SHCGN 707, Bloco K, sala 5). Shows com My Magical Glowing Lens (ES), Mahmed (RN), Bran, Magodiabo e Transquarto. Exibição de curtas-metragens nos intervalos. Ingressos antecipados pelo site www.sympla.com.br: até 18/05 por R$ 20. Pontos de venda: Barkowski (408 Norte), Rose Tatoo (403 Sul), Verdurão (Conic). Classificação indicativa: 18 anos (acesso de menores de idade apenas na companhia dos responsáveis). Realização: PicniK e Chezz Recs em parceria com Sétima Produções/Curta Brasília. Informações: www.facebook.com/GroselhaBsB e (61) 98403-4509.


BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com
Foto: Divulgação

Sobre Elijonas Maia

Elijonas Maia, 23 anos, é fundador e diretor-geral do Brasília Pop. Começou na internet em 2008, escrevendo para sites especializados na área de TV. Colaborou com o extinto TV Audiência e foi colunista semanal. Escreveu para a revista E-teen até criar o blog Pecevejo, de Variedades, ultrapassando 1 milhão de visitas em menos de um ano. Foi eleito pelo canal pago Multishow uma das 500 pessoas mais influentes do Twitter. Fora do mundo virtual, o jornalista já trabalhou no Jornal Satélite, Revista Freedom, Associação dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Correio Brazilliense, TV Record Brasília e atualmente é repórter do Diário do Poder.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Anúncio