Selecionar menu

Anúncio

Slider

Variedades

Veja nossa série especial

Performance


Cute

My Place

DONA CISLENE

Anúncio


Videos

» » » » » Valesca Popozuda cancela show em Parada Gay de Taguatinga, mas produção garante que artista vem
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga


A presença da cantora Valesca Popozuda na Parada Gay de Taguatinga ainda é incerta. Nas redes sociais, a dona do hit "Beijinho no ombro" divulgou um comunicado oficial na segunda-feira (8/9) informando que cancelou o show na capital por questões contratuais. Mas ela diz que fará o possível para vir fazer presença VIP, sem cobrar cachê algum - como faz em todas os eventos do gênero que participa. Já a produção do evento, que acontece no domingo (14/9), garante, com unhas e dentes, que a funkeira vem.

Segundo a organização, o show foi cancelado por questões administrativas, relacionadas a data de pagamento. O empresário de Valesca, no entanto, afirmou que houve quebra de contrato. O Grupo Gay de Taguatinga, responsável pelo evento, diz que depositou o que foi pedido, R$ 15 mil (um terço do cachê - que é de R$ 45 mil), que atrasou dois dias por conta da Secretaria de Cultura do Distrito Federal (Secult) e do Governo do DF, que ainda não haviam liberado a verba para execução do evento.

No Instagram, Valesca se pronunciou, mais uma vez, na quinta-feira (11/9). Confira:

"Amores, deixa eu explicar uma coisa importante pra vocês sobre a Parada LGBT de Taguatinga em Brasília: quando me convidam para participar das paradas gays, eu tenho maior prazer em aceitar eu participo sempre que minha agenda condiz com o evento e em todas que fui eu não cobrei 1 real e nem faço questão de cobrar para participar de nenhuma parada. Nessa parada, eles sondaram contratar o meu show, então não era apenas o convite para a artista fazer presença e apoiar a causa, era um show e isso já vira assunto para o meu escritório cuidar e resolver. Meu escritório fez tudo o que deveria fazer, cumpriu com tudo que a organização pediu em relação a documentos, porém a própria organização do evento informou dias antes pro meu escritório que eles não haviam conseguido a verba para fazer o evento, e meu escritório esperou o prazo que foi combinado para o pagamento e infelizmente não foi cumprido. Então, em reunião, minha produção analisou o seguinte: não tendo verba, não teria (trio, segurança, microfone, som) ou seja... E agora eles conseguiram a verba e estão pedindo a minha participação. Eu vou ser bem sincera, vou sentar com meu empresário e analisar uma forma de ir participar por minha própria conta, sem ter ligação com organização. Eu prefiro até pagar do meu bolso e ir. Vou ver tudo certinho com meu escritório e ver como iremos fazer e informo a vocês. Sou muito transparente com meu publico LGBT e jamais deixaria vocês na mão por nada. Uma coisa é certa por atraso e descumprimento do contrato pela parte da organização da parada o meu SHOW FOI CANCELADO! E foi avisado desde segunda-feira e mesmo assim continuaram anunciando. Eu não trabalho sozinha e meu escritório sempre trabalha da forma mais correta que há! Obrigada".

ELIJONAS MAIA / BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com
Foto: Fernando Torquatto

Sobre Elijonas Maia

Elijonas Maia, 23 anos, é fundador e diretor-geral do Brasília Pop. Começou na internet em 2008, escrevendo para sites especializados na área de TV. Colaborou com o extinto TV Audiência e foi colunista semanal. Escreveu para a revista E-teen até criar o blog Pecevejo, de Variedades, ultrapassando 1 milhão de visitas em menos de um ano. Foi eleito pelo canal pago Multishow uma das 500 pessoas mais influentes do Twitter. Fora do mundo virtual, o jornalista já trabalhou no Jornal Satélite, Revista Freedom, Associação dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Correio Brazilliense, TV Record Brasília e atualmente é repórter do Diário do Poder.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Anúncio