Selecionar menu

Anúncio

Slider

Variedades

Veja nossa série especial

Performance


Cute

My Place

DONA CISLENE

Anúncio


Videos

» » » » » » » » » Polícia investiga cancelamento do Rap Festival
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga


A 5ª Delegacia de Polícia (Região Central) está investigando o evento Rap Festival, que prometeu trazer atrações como Karol Conká (foto), Projota, Rashid e Flora Matos, mas que foi cancelado no início de março. A apuração começou depois que 14 jovens registraram ocorrência contra a organizadora da festa - Start Social Club - e o produtor Erick Copriva. Segundo eles, a produtora se recusa a ressarci-los, mesmo sem a realização do festival. O prejuízo total do grupo chega a R$ 1,6 mil.

“Eu comprei dois ingressos, em total de R$ 120, e fiquei no prejuízo. A organização foi péssima e ninguém dá explicação concreta“, conta Silvério Júnior, 33 anos. Já o jovem Rayllonne Vasconcelos, 22, diz que foi prejudicado em mais de R$ 400 junto com outros amigos. “A organização não passa confiança e não sabe organizar”, diz. Além disso, Vasconcelos conta que em uma semana ligou mais de 30 vezes para o organizador, mas diz que não teve resposta.

Em um aplicativo de troca de mensagem no celular, Copriva, cobrado pelos consumidores, chegou a dizer que “dever para pobre é um saco” e que os jovens só conseguirão o ressarcimento se entrarem na Justiça. É o que pretende fazer Alexandra Antunes, 18, que foi lesada em R$ 120 comprando dois ingressos. “Eu achei a organização do evento horrível, principalmente porque não passou confiança”, diz.

De acordo com a seção de investigação da 5ª DP, o caso está sendo apurado minuciosamente e deverá ouvir todos os lados para poder chegar à uma conclusão. Para isso, comunicará as partes envolvidas e recolherá depoimentos.

Ao BRASÍLIA POP, o organizador Erick Copriva disse que ainda não recebeu comunicado ou intimação da DP para prestar depoimento. Informou, também, que haverá um dia para ressarcimento dos ingressos, mas não soube informar quando. "Quando tiver previsão, vou fazer um anúncio público", contou. 


O ponto de vendas dos ingressos para o Rap Festival foi a loja Aloha Eyewear. Por meio de nota, no entanto, a empresa informou que não serão utilizados os espaços internos das lojas, de nenhuma unidade, para devolução de dinheiro pela venda de ingressos do evento. Disse, também, que a loja apenas entrou como ponto de vendas, acreditando na realização da festa. “As pessoas que adquiriram os ingressos antecipados devem entrar em contato diretamente com a produção do Rap Festival, para os devidos fins”, explicou a nota.

O que fazer
De acordo com o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-DF), caso o consumidor se sinta prejudicado em um evento cultural, ele poderá pedir o ressarcimento do valor pago para o organizador. Se ele se recusar a ressarci-lo, o consumidor poderá registrar ocorrência no Procon ou instaurar ação judicial contra o organizador.

Em 2013, o Procon registrou 433 atendimentos desse gênero e em 2014 já foram 72, até março. Os principais problemas registrados são: cobrança indevida/abusiva, serviço não fornecido (entrega/instalação/não cumprimento da oferta/contrato), desistência do serviço (artigo 49 - descumprimento), contrato - rescisão/alteração unilateral e Termo de Ocorrência de Irregularidade (TOI).

Leia mais:


ELIJONAS MAIA / BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com
Foto: Divulgação

Sobre Elijonas Maia

Elijonas Maia, 23 anos, é fundador e diretor-geral do Brasília Pop. Começou na internet em 2008, escrevendo para sites especializados na área de TV. Colaborou com o extinto TV Audiência e foi colunista semanal. Escreveu para a revista E-teen até criar o blog Pecevejo, de Variedades, ultrapassando 1 milhão de visitas em menos de um ano. Foi eleito pelo canal pago Multishow uma das 500 pessoas mais influentes do Twitter. Fora do mundo virtual, o jornalista já trabalhou no Jornal Satélite, Revista Freedom, Associação dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Correio Brazilliense, TV Record Brasília e atualmente é repórter do Diário do Poder.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Anúncio