Selecionar menu

Anúncio

Slider

Variedades

Veja nossa série especial

Performance


Cute

My Place

DONA CISLENE

Anúncio


Videos

» » » » » Peça “Liolà”, de Pirandello, estreia em Brasília em 14 de março
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga


A preparação de um clássico da comédia do século XX como “Liolà”, de Luigi Pirandello, em comemoração ao 80º aniversário da conquista do Prêmio Nobel de Literatura pelo autor, completa a quadrilogia italiana do Núcleo de Arte e Cultura (NAC), depois de Goldoni (2000), Boccaccio (2003) e Ruzante (2012). Para dirigir a peça, foi convidada a diretora italiana Anita Mosca, que já se destacou com espetáculos como La svergognata (Nápoles – Itália 2008, livre adaptação do romance de Sahar Khalifah, Prêmio Girulà, na categoria Melhor Atriz Protagonista); Arifeh (Caserta – Itália 2005, categoria Melhor Cena Curta, Prêmio Nunzia Fumo) e entre outros, Interno Familiare (Nápoles – Itália 2010).

Agora, a primeira montagem brasiliense deste espetáculo – que leva o nome original da obra “Liolà” – chega a Brasília a partir do próximo dia 14 de março (sexta-feira). Nesta data, estreia a peça, originalmente escrita em siciliano e inspirada num episódio do capítulo IV do romance de Pirandello (Il fu Mattia Pascal), seguindo temporada de mais de três finais de semana, totalizando 12 apresentações: quatro sessões gratuitas no Espaço Pé Direito, com capacidade para 60 pessoas; e oito sessões pagas no Teatro Goldoni, para até 102 pessoas.

Responsável por revigorar a arte dramática e cênica, Pirandello, apresentava a crueldade das pressões sociais e a obrigação em construir enganos e mentiras para afirmar a própria sobrevivência. Guerra, humor, drama e crises existenciais são os ingredientes de um alucinante afresco “alla Pirandello”, uma lúcida análise da angústia e da neurose dos tempos modernos, dominada pela questão da identidade. Escrita em 1916 pelo autor num momento doloroso da sua vida, durante a Primeira Guerra Mundial, a peça foi apresentada pela primeira vez no Teatro Argentina, na Itália.

Sob direção da dramaturga italiana Anita Mosca, o espetáculo traz no elenco experientes artistas locais como Abaetê Queiroz, Alexandra Medeiros, Lívia Bennet, Roberta Barcellos e Similião Aurélio. A cenografia e o figurino ficam por conta de Maria Carmen De Souza.

A ideia é aproveitar este momento para homenagear a originalidade de Luigi Pirandello. Ao público será oferecido um espetáculo instigante, com a potencialidade de desencadear uma reflexão sobre a relatividade da verdade, a incomunicabilidade do homem, a máscara do ser humano e a necessidade de recorrer ao mito por meio da nuance tragicômica que caracteriza toda a obra pirandelliana.

A realização do espetáculo é do Núcleo de Apoio e Cultura (NAC), com patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), e apoio do Governo do Distrito Federal e Secretaria de Cultura do DF. A adaptação e direção do projeto são de Anita Mosca.

Sobre a peça - “Siciliano” é o nome da língua românica falada na Sicília e na extremidade meridional da Itália, usada em “Liolà”. No espetáculo, o personagem central é responsável pelos escândalos num pequeno vilarejo em Sicília, ao redor de Agrigento, cidade natal de Pirandello.

Tio Simone, com 60 anos de idade e casado há quatros anos, em segundas núpcias, com a jovem Mita, se sente angustiado por não ter herdeiro para deixar sua rica fortuna. Enquanto o jovem campesino Liolà, livre e alegre, já teve três filhos de mães diferentes, criando-os com a ajuda da sua mãe Dona Ninfa.

Enquanto isso, Dona Croce, prima de Tio Simone, trabalha ao lado da sua filha Tuzza, e outras mulheres, descascando amêndoas para este homem. Tuzza, filha de Dona Croce, para se vingar da Mita que casou com o rico Tio Simone no lugar dela, engravida propositalmente do Liolà e pede para Tio Simone assumir o filho dela.

O velho rico aceita para apagar o seu desejo de ter um herdeiro e pela vaidade de mostrar ao povo de toda vila que é capaz de ter um filho. Mita, assim humilhada e desesperada deixa a casa do marido. Será de novo o Liolà a determinar um novo escândalo. O jovem protagonista engravida também Mita, que por sua vez convencerá seu marido Simone de que o filho é dele. Liolà coloca em cena uma província siciliana dominada por sentimentos de mediocridade, hipocrisia e egoísmo.

Aparentemente transgressor, Liolà, aos poucos, quebra as regras convencionais e restabelece o equilíbrio, tornando possível a justiça, ainda que relativa. Como uma retratação da obra original, o espetáculo foi adaptado a partir do próprio texto siciliano – um trabalho que a dramaturga Anita Mosca tem feito diretamente com os cinco atores que estarão em cena.

Serviço
O que: A peça “Liolà” de Luigi Pirandello
Onde: Espaço Pé Direito (Vila Telebrasília – perto da Unieuro);
Teatro Goldoni/Casa D’Itália (EQS 208/209 Entrada pelo Eixo L –Metrô 108 Sul)
Quando: Espaço Pé Direito – 14 a 16 de março – sexta e domingo, às 20h; e sábado às 17h e às 20h
Teatro Goldoni - De 20 até 30 de março - Quintas, sextas e sábados às 21h; e domingos às 20h.
Classificação: A partir de 14 anos
Quanto: Espaço Pé Direito – Gratuito
Teatro Goldoni - Quintas e sextas - R$ 30 (inteira) / Sábados e domingos - R$ 40 (inteira)
Duração: 60 minutos
Informações: (61) 3244-3333 / 8143-5637 / 8425-6885


BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com
Foto: Divulgação

Sobre Elijonas Maia

Elijonas Maia, 23 anos, é fundador e diretor-geral do Brasília Pop. Começou na internet em 2008, escrevendo para sites especializados na área de TV. Colaborou com o extinto TV Audiência e foi colunista semanal. Escreveu para a revista E-teen até criar o blog Pecevejo, de Variedades, ultrapassando 1 milhão de visitas em menos de um ano. Foi eleito pelo canal pago Multishow uma das 500 pessoas mais influentes do Twitter. Fora do mundo virtual, o jornalista já trabalhou no Jornal Satélite, Revista Freedom, Associação dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Correio Brazilliense, TV Record Brasília e atualmente é repórter do Diário do Poder.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Anúncio