Header Ads



Moda fitness toma conta das ruas de Brasília


Hoje em dia, a moda fitness não é só opção para quem vai à academia. Atualmente, as peças invadiram as ruas de Brasília e até mesmo as baladas. No Brasil, existem 13 mil confecções de moda esportiva, de acordo com a Associação Brasileira do Vestuário. (Abravest). O setor cresceu 10% desde 2010 e já é o terceiro em vendas, perdendo apenas para moda casual e festa, respectivamente.

A alta tecnologia empregada ao material esportivo tem feito com que as pessoas utilizem as roupas fitness para o seu dia a dia. Os tecidos antibactericidas ajudam o corpo a transpirar melhor fazendo com que as peças não fiquem manchadas. "Hoje, as mulheres são multifacetadas. Trabalham, cuidam da casa, malham e ainda aproveitam um happy hour ou balada no final do dia. As roupas fitness podem ser utilizadas na maioria das ocasiões", explica a proprietária da loja Markas Roupas e Acessórios, especializada em looks esportivos, Milena Hirle.

De acordo com a Abravest, a moda fitness movimenta cerca de R$ 60 bilhões por ano em todo o mundo. A jovem empresária Milena, de 29 anos, conta que as peças mais vendidas em sua loja são as calças cirré - legging brilhosa que imita couro e que já é tendência para 2014 - regatas e tops. "A moda fitness ganhou espaço porque ela é muito confortável, barata e completamente bonita", ressalta.

Crescimento
Nos últimos cinco anos, o número de academias no Distrito Federal cresceu 20%, segundo o sindicato do setor. Redes nacionais chegaram à cidade com a aceleraram e profissionalização do mercado. Estima-se que 5% da população — um exército de 125 mil pessoas — esteja matriculada em academias, o dobro da média nacional. 

Dicas para utilizar a moda fitness nas ruas de Brasília:
O estilista Felipe Rodrigues ressalta que com a democratização da moda não há muitas restrições para as peças. "As calças cirrés, por exemplo, são possível usá-las de manhã, à tarde e à noite, em jantares, ou baladas.  No entanto, o uso das leggings no ambiente de trabalho é o único território em que é necessária maior prudência ao vesti-las", explica. Segundo ele, existem códigos e normas que devem ser observados nas empresas. "Se for um ambiente que permita, ok. Caso contrário, as peças metalizadas podem ser inadequadas", disse.

Para o profissional da moda, o ideal é sempre levar dentro do carro ou deixar no armário da academia, um sapato de salto alto e uma bolsa social. "Com uma calça cirré e uma bela regata, você está pronta para a noite", ressalta o estilista Felipe Rodrigues.

BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com 
Fotos: Divulgação
Tecnologia do Blogger.