Header Ads

Sírio-Libanês Brasília comemora inauguração do serviço de radioterapia com festa

Gustavo Fernandes, Paulo Hoff e Rafael Gadia

Pacientes com câncer de pulmão, fígado, pâncreas e vértebras, que por algum motivo não podem passar pela cirurgia convencional, agora podem contar com a radiocirurgia. A Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês, com a presença de Vivian Abdalla, presidente da Sociedade, e a Diretoria Executiva do hospital abriram as portas do Centro de Oncologia – unidade de Brasília na noite de quinta-feira (22/8) para celebrar um importante momento da instituição. São dois anos de atividades na capital federal e, para marcar a ocasião, foi inaugurado o novo serviço de radioterapia, sob o comando do radioterapeuta Dr. Rafael Gadia.

Dulce Abdalla, Vivian Abdalla, Lygia Leite Camargo e Ângela Chede
O governador Agnelo Queiroz e o secretário de saúde do DF, Rafael Barbosa, fizeram o descerramento da placa em solenidade ao lado de Vivian Abdalla e dos doutores Gonzalo Vecina (o superintendente corporativo), Paulo Hoff (diretor do Centro de Oncologia do HSL), João Luís Fernandes (radioterapeuta do HSL) e Gustavo Fernandes (diretor técnico do Centro de Oncologia da unidade de Brasília).

Cláudio Henriques, Aparecida Araki, Paulino Araki e André Osmo

Brasília agora está entre as poucas cidades no país que realizam a radiocirurgia extracraniana em pacientes com câncer. O sistema ainda conta com uma tomografia 4D, que além de propiciar uma visão tridimensional do tumor, ainda cria uma perspectiva do movimento cardiorrespiratório do paciente.

BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com
Fotos: César Rebouças
Tecnologia do Blogger.