Selecionar menu

Anúncio

Slider

Variedades

Veja nossa série especial

Performance


Cute

My Place

DONA CISLENE

Anúncio


Videos

» » Final do Roda de Boteco premia novo circuito de botecos da capital
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga


Com mais de 35 mil petiscos vendidos e 38 mil votos computados, a 4ª edição do Festival Roda de Boteco foi marcada pela vitória dos bares que estão fora do tradicional eixo do Plano Piloto. Instalados em cidades do DF, o novo circuito de campeões percorre um percurso que inclui as cidades do Guará, Park Way, Águas Claras, Núcleo Bandeirante e Taguatinga, em uma demonstração clara da diversidade de novas casas e da criatividade presente nas cozinhas locais.

Eleito Melhor Boteco da cidade nesta edição, o Consulado Chopperia (Park Way) conquistou o público brasiliense com uma combinação quente de medalhões de carne de sol com queijo coalho, que chegavam à mesa do cliente acompanhados do picante molho Bloom - à base de maionese, mostarda, páprica e pimenta calabresa -  e cujo nome faz jus à delicia: “Enroladinho do prazer”. O título de Melhor Bar foi arrebatado pelo Spetaria 17 (Taguatinga Norte), que, para ganhar a competição, apostou no “Suvaco da véia”, uma combinação de asas de galinha recheadas comqueijo e presunto, servidas com molho barbecue e geleia.

O garçom Francisco das Chagas, o “Nezinho”, do Esquina do Camarão (Núcleo Bandeirante), foi o vencedor do título de Melhor Atendimento e teve o nome revelado na Feira do Empreendedor Sebrae 2013, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Além dele, José Nunes Filho, do Zuzubem Bar (Águas Claras), e João Cambraca, do já premiado Consulado Choperia, foram eleitos vencedores, respectivamente, do segundo e terceiro lugar na categoria Melhor Atendimento. Entre outros conceitos, o público considerou a eficiência e aqualidade do serviço prestado para eleger o profissional mais aplicado da rodada.


Feito com massa de pastel em trouxinha recheada com carne de sol desfiada e puxada na manteiga de garrafa, cebola roxa e queijo coalho, o “Trouxinha do Retirante” rendeu a segunda colocação ao Ceará Carne de Sol (Guará I), na categoria Melhor Boteco. O terceiro lugar ficou com o Chalé do Traíra (Guará II), com a divertida receitada “A Namorada que sonhei”, uma exótica piranha pantaneira pescada artesanalmente, servida crocante, sem espinhas, acompanhada de suculentoslimões e molhos de pimenta e tártaro.

O segundo e o terceiro lugar nacategoria Melhor Bar ficou, respectivamente, com o estreante Zuzubem Bar (Águas Claras), com o petisco “Zuzucretes” - bolinhos de carne crocantes por fora e macios por dentro – e com o Bar do Mercado (509 Sul), criador do “Mineirinho Enrolado”, feito com linguiça levemente apimentada envolta em massa de pastel recheada com muçarela e cebola refogada. O último, servido com molho à base de goiabada cascão e vinagre balsâmico.

Vencedores dos primeiros, segundos e terceiros lugares nas categorias Melhor Bar e Melhor Boteco receberam troféus e os primeiros colocados, premiações de R$ 1 mil cada. O valor é uma homenagem aos profissionais que trabalham diretamente na cozinha dos estabelecimentos vencedores e será dividido entre os funcionários da cozinha.

Na categoria Melhor Atendimento, os garçons vencedores receberam prêmios de R$ 1 mil para o primeiro lugar, R$ 750 para o segundo e R$ 500 para o terceiro colocado. Participantes da capacitação oferecida em 22 de julho pelo Sebrae-DF e pelo Sindhobar, eles tiveram o valor da premiação duplicado pelo sindicato por terem aderido ao curso.

Servidas a R$ 19,90 a porção, todas asreceitas servidas no período do evento estiveram disponíveis em estabelecimentos do Plano Piloto e de outras sete cidades do DF.

RODA DE BOTECO
Criado em 2004, o festival surgiu em Vitória com a proposta de incentivar a gastronomia de boteco, resgatar a boemia e a cultura brasileira. Sucesso na capital capixaba e nascidades de Colatina (ES) e Recife, o evento já reuniu, nos locais onde foirealizado, cerca de 230 botecos, premiando 45 deles. Ao longo dos nove anos dehistória e das 21 edições já concluídas, serviu 567 petiscos a mais de 3milhões de “botequeiros” do Espírito Santo, Pernambuco e Distrito Federal,contando com a colaboração de mais de 650 garçons desses lugares.

Em Brasília, o Roda de Boteco desembarcou no ano de 2010, como parte das comemorações do aniversário dos 50 anos da capital federal. Na cidade, o festival é realizado pelo Sindhobar e pela Ecos Eventos, com apoio do Sebrae-DF e Souza Cruz.

Confira a lista completa de vencedores:

CATEGORIA ATENDIMENTO
1º - FRANCISCO (ESQUINA DOCAMARÃO) – NOTA 9,962
2º - NUNES (ZUZUBEM BAR) – NOTA 9,831
3º - JOÃO CAMBRACA (CONSULADO CHOPPERIA) – NOTA 9,716

CATEGORIA BAR
1º - SPETARIA 17 – NOTA 9,595
2º - ZUZUBEM BAR – NOTA 9,462
3º - BAR DO MERCADO – NOTA 9,39

CATEGORIA BOTECO

1º - CONSULADO CHOPPERIA – NOTA 9,735
2º - CEARA CARNE DE SOL – NOTA 9,581
3º - CHALÉ DA TRAIRA – NOTA 9,375

BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com
Fotos: Gustavo Gracindo

Sobre Elijonas Maia

Elijonas Maia, 23 anos, é fundador e diretor-geral do Brasília Pop. Começou na internet em 2008, escrevendo para sites especializados na área de TV. Colaborou com o extinto TV Audiência e foi colunista semanal. Escreveu para a revista E-teen até criar o blog Pecevejo, de Variedades, ultrapassando 1 milhão de visitas em menos de um ano. Foi eleito pelo canal pago Multishow uma das 500 pessoas mais influentes do Twitter. Fora do mundo virtual, o jornalista já trabalhou no Jornal Satélite, Revista Freedom, Associação dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Correio Brazilliense, TV Record Brasília e atualmente é repórter do Diário do Poder.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Anúncio