Header Ads

O Prestigiador - de Nicolás Vergara Grey, com Similião Aurélio

Estreia no dia 20 de julho, no Teatro Brasil 21, a peça “O Prestidigitador”. Com texto de Nicolás Vergara Grey, o espetáculo conta com muito humor e sensibilidade uma historia cruelmente divertida sobre o amor, perdão, recomeço e a chance de criar uma vida nova em pleno caos. 

Em cartaz até 11 de agosto, o monólogo estrelado pelo o ator Similião Aurélio gira entorno da vida de Edgar, um homem normal que encara dilemas do passado ao preparar mudança para Argentina. Um dos pontos principais do enredo é o comportamento recorrente na sociedade moderna, a prestidigitação, onde o indivíduo cria máscaras e personagens que iludem os outros fazendo- os acreditar em suas verdades. Segundo Similião a obra flerta com a linguagem cinematográfica, se apropriando de características mais comuns ao cinema do que ao teatro. “A estética do espetáculo muito lembra o cinema. Conta com uma iluminação e trilha sonora original que pontuam as diferentes atmosferas, além de efeitos e surpresas que emprestam magia à apresentação”, conta o protagonista. 

A trilha sonora - composta especialmente para a peça - tem autoria do músico e ator Marcello Linhos e a canção original é interpretada por Rogério Midlej, que ganhou notoriedade nacional ao participar do programa Fama da TV Globo.Outros nomes importantes da cena cênica brasiliense fazem parte da equipe que elaborou o espetáculo. A atriz Gabrielle Lopez, destaque na série Alice, exibida pelo canal por assinatura HBO, prestou a consultoria de espaço cênico e Adriana Nunes, da Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo, assina a coprodução. 

Sinopse 

Edgar tem uma vida considerada por muitos como feliz: emprego, mulher, filhos, amigos, sucesso profissional, uma casa bonita. A vida é gentil com ele! E apesar de ter feito, aparentemente, todas as escolhas certas, algo o incomoda. Tudo se transforma quando, ao preparar sua mudança para Buenos Aires, acha alguns bilhetes de uma antiga paixão que haviam sido guardados no fundo de uma gaveta. Tudo aquilo lhe contaria outra versão da sua própria história. Um amor perdido no tempo, uma história não vivida, “outro eu” esquecido e pausado na memória. Edgar se pergunta como seria sua vida se tivesse feito tudo diferente? Decide então procurar a pessoa que lhe enviou os bilhetes e o mundo que deixou para trás, um dia antes de sua viagem. Uma surpreendente jornada que levará Edgar também ao encontro do homem que tomou estas decisões anos atrás. 

Mas a possibilidade desse amor, a expectativa do que poderia ter vivido preenchem Edgar com um sopro de vida que há anos não sentia. Como que acordando de um sonho bom, sente-se como se tivesse ele mesmo roubado sua vida! Os beijos e sonhos não realizados, as entregas autocensuradas, o tempo gasto medindo perda se ganhos, a solidão acompanhada, as lembranças e as saudades de nós mesmos, são a matéria prima desta viagem. 

A peça 

Prestidigitador: Indivíduo que ilude os outros fazendo-os acreditar em suas verdades.

Não poderia haver titulo melhor para unir o ator Similião Aurélio e o autor argentino Nicolas Vergara Grey - ambos os artistas conectados com a ruptura dos protocolos e dispostos a irem alem dos padrões, sobretudo quando o assunto é Teatro. Nesta peca, Similião da vida aos bem-humorados, intensos e corajosos relatos de Nicolas a respeito do controverso e sabotador comportamento humano: “O que fazer quando nosso ofício se torna insuportável? Quando cada palavra, gesto, ideia que construímos nos mata mais e mais? É preciso, então, dizer adeus às fórmulas, convenções e a toda espécie de  autoengano. É preciso dizer adeus, sobretudo, a nós mesmos, e começar acaminhar por uma nova, escura e desconhecida vereda”. 

Nicolás Vergara Grey 

Nesta obra escrita pelo Argentino Nicolás Vergara Grey, inédita no Brasil, é possível resgatar de forma jovem e contemporânea o amor pelo outro e o amor próprio: um tema talvez fácil de falar, mas difícil de encenar, assim comode viver em sua plenitude nos dias de hoje. Nicolás nos propõem uma obra de valores e buscas universais, em sua abordagem intimista e pungente na comunicação, brinca a metáfora e os estereótipos, joga com as palavras e com o sentido delas dentro e fora dos seus lugares apropriados, criando uma obra cômica,poética, dramática e romântica ao mesmo tempo. 

Ator

Similião começou a estudar teatro em Brasília com Dimer Monteiro, Luciana Martuchelli, Ricardo Guti e Adriana Nunes. Integrante da Cia de Teatro Ynspiração desde 1996 e da Cia Brasilienses de Teatro desde 2002. É também fundador da Cia de Teatro Infantil Néia e Nando junto com Armando Villardo e Néia Paz. Formado Pela EAD estudou também na CAL (Casa das Artes de Laranjeiras) com Aderbal Freire Filho, Amir Haddad e com Paulo de Moraes. Este é o seu espetáculo de numero 200.

“A estética do espetáculo muito lembra o cinema. Conta com uma iluminação e trilha sonora original que pontuam as diferentes atmosferas, além de efeitos e surpresas que emprestam magia aos aproximadamente 58 minutos de apresentação. Sendo assim, o publico pode esperar de “O Prestidigitador”, uma experiência visual e sonora entusiasmante, além das risadas e questionamentos. Porém, vale lembrar:não espere nada do mesmo, que você esta acostumado a encontrar em uma peça teatral, e damos ainda uma dica: levem suas capas de chuva e bom espetáculo”, brinca Similião. 

O PRESTIDIGITADOR

Ficha técnica
Ator: Similião Aurélio
Texto: Nicolás Vergara Grey
Tradutor Associado: Alexandre Ribonde
Direçãode Arte: Marcus Barozzi
Iluminação: James Verheiratet
Preparação vocal: Guilhermo Calderaz
Encenação: James Fensterseifer
Treinamento: Luciana Martuchelli e Thiago Cazado
Coreografia: Juliana Zancanaro
Coordenação Artística: Adriana Nunes
Direção Artística: Luiza Guimarães
Espaço Cênico: Gabrielle Lopez
Visagismo: Rubens Fontes
Trilha Original: Marcello Linhos
Musica tema: Rogério Midlej
Direção Musical: Luiz Alberto Pires
Designde Som: Emmanuel Manollo
Fotografia: Estúdio Califórnia, Diego Bresani
Projeto Gráfico e Mídia: Voilá
Coordenação de Produção: Marcus Barozzi
Realização: Teatro Express e C de coisas 

Serviço::
Teatro Brasil 21
Setor Hoteleiro Sul, SHS quadra 06 conj A, Bloco “A” (aolado da Torre de TV)
20de julho até 11 de agosto
Sábados às 21h e domingos às 20h
Classificação: 14 anos
Duração: 58 minutos

Ingressos:
R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)*

Ponto de venda:
- Central de Ingressos no Brasília Shopping
Horário de Atendimento: segunda a sábado das 10h às 22h e domingo das 14h às 20h                                

- IngressoRápido

- Bilheteria do Brasil 21 Cultural** (Complexo Brasil 21)

* Meia entrada: estudantes, professores e idosos acima de 60 anos com documento comprobatório.

**A bilheteria só funcionará no dia do evento.

BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com
Tecnologia do Blogger.