Selecionar menu

Anúncio

Slider

Variedades

Veja nossa série especial

Performance


Cute

My Place

DONA CISLENE

Anúncio


Videos

» » » Banda Yes apresenta no Nilson Nelson show com íntegra de três discos clássicos
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

O show foi no domingo (19/5), às 20h, no Ginásio Nilson Nelson
 É como se os fãs estivessem nos anos 1970, assistindo a um show interminável da sua banda favorita num estádio gigantesco, com cabeças e cabelos balançando no ritmo das músicas por horas. São nesses termos que a britânica Yes, famosa por acelerados hits do rock progressivo, inicia nova visita ao Brasil com a turnê Spring tour. Por onde têm passado, os ingleses tocam três álbuns clássicos do começo ao fim (The Yes album, Close to the edge e Going for the one). “Dá quase três horas. Ou algo entre 2h30 e 2h45”, tentou mensurar o baterista Alan White, em entrevista ao Correio Braziliense por telefone. O grupo fez a primeira parada em Brasília, neste domingo (19 de maio), às 20h, no ginásio Nilson Nelson. Depois, segue para Curitiba (21), São Paulo (23 e 24), Rio de Janeiro (25) e Porto Alegre (26). Após o Brasil, o quinteto roda pela América Latina (Chile, Venezuela e Argentina). Saiba mais sobre venda de ingressos.

White, nas baquetas do Yes desde 1972, conta que a ideia de executar três discos na íntegra tem sido concretizada sem preocupação de adaptar as faixas para versões ao vivo. “Apenas conversamos sobre isso. Estamos na nossa melhor forma na turnê”, disse. Das formações que entraram em estúdio nos anos 1970 e gravaram The Yes album (1971), Close to the edge (1972) e Going for the one (1977), continuam o baixista Chris Squire, o guitarrista Steve Howe e White, que participou de Going. A última mudança importante foi a entrada do vocalista Jon Davison, ex-Glass Hammer.

Poucos dias depois do início da turnê, morreu Peter Banks, guitarrista da primeira fase do grupo (1968-1970). White declarou que a partida do ex-Yes não chegou a afetar as viagens. “Todos nós mandamos nossas condolências. Mas Peter já não se envolvia há anos. Eu mesmo não o via há quase uma década”, contou. Enquanto estão na estrada, os integrantes já trocam figurinhas a respeito do próximo álbum de estúdio, pretendido para o segundo semestre. O registro será o primeiro com Davison no microfone. “Todos nós, individualmente, estamos trabalhando em ideias novas no momento. Passaremos para a gravação assim que tivermos tempo. Está sendo interessante”, revela.

Correio Braziliense/BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com

Sobre Elijonas Maia

Elijonas Maia, 23 anos, é fundador e diretor-geral do Brasília Pop. Começou na internet em 2008, escrevendo para sites especializados na área de TV. Colaborou com o extinto TV Audiência e foi colunista semanal. Escreveu para a revista E-teen até criar o blog Pecevejo, de Variedades, ultrapassando 1 milhão de visitas em menos de um ano. Foi eleito pelo canal pago Multishow uma das 500 pessoas mais influentes do Twitter. Fora do mundo virtual, o jornalista já trabalhou no Jornal Satélite, Revista Freedom, Associação dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Correio Brazilliense, TV Record Brasília e atualmente é repórter do Diário do Poder.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Anúncio